EUA, democratas 01 – “It´s a good question to ask if Obama is a Marxist”. A FRITURA REPUBLICANA APENAS COMEÇA!

Esta vai ser a linha de ataque dos republicanos a Barack Obama. Evidentemente que isso não lhe será vantajoso e provocar-lhe-á imensas dificuldades. Bill Kristol, editor da Weekly Standard, na sua coluna semanal no New York Times, defendeu que as suas declarações “bitter” soavam à famosa sentença de Karl Marx “ a religião é o ópio do povo”.

Ontem, um jornalista perguntou a Joe Lieberman se pensava que Obama era um marxista. O Senador do Connecticut respondeu de uma forma cautelosa, mas demonstra bem o sentimento no campo de Mccain: “essa é uma boa pergunta. Eu conheço-o há pouco mais de três anos, desde que ele está no Senado, e é uma pessoa inteligente e um bom homem. Mas tenho de dizer que durante esta campanha aprendi mais algumas coisas sobre o seu enquadramento ideológico. Hesitaria em defender que é um marxista, mas tem algumas posições que o deixam muito à minha esquerda e do mainstream americano.”

A construção de um candidato liberal e de esquerda está em marcha. Barack Obama, ao contrário de há alguns meses atrás, está a cometer erros e desviar-se do seu discurso de união. “There’s no Red América and no Blue America, there´s the United States of America” era um dos seus lemas de agregação para unir um país dividido ideologicamente. Vai precisar de regressar a essa fórmula. Veremos se consegue.

no Eleições Americanas de 2008

Comentários