BRASIL-RJ: FÓRUM MÍDIA LIVRE: Mídias colaborativas repudiam “latifúndio digital” – x Maurício Thuswohl

Reunidos no grupo de trabalho do FML que discutiu ferramentas de criação livres e colaborativas como Software Livre, Wiki, P2P e Creative Commons, entre outras, midialivristas apontaram a necessidade de dominar a “rede física” das telecomunicações.

RIO DE JANEIRO – O grupo de trabalho dedicado ao tema “Mídias Colaborativas, Novas Mídias” foi um dos mais concorridos do 1º Fórum de Mídia Livre (FML), que se encerrou domingo (15) no Rio de Janeiro. De olho no futuro, pessoas de vários pontos do país relataram suas experiências e expectativas frente ao surgimento de novas tecnologias e formas de se produzir conteúdo a partir de ferramentas de criação livres e colaborativas, como Software Livre, Wiki, P2P e Creative Commons, entre outras.

As discussões foram marcadas pelo repúdio à forma como estão sendo construídos os sistemas digitais de rádio e televisão no Brasil e também pela preocupação em compreender e dominar a rede física, ou seja, a infra-estrutura tecnológica que permite o acesso aos mais modernos meios de telecomunicação e transmissão de dados. O grupo de trabalho também apontou as necessidades de se incentivar a formação de redes colaborativas entre os produtores de mídia livre e de se construir uma ferramenta de agregação _ um portal, por exemplo _ que permita uma melhor divulgação dos diversos conteúdos produzidos.

Cf. versão integral em: Agência Carta Maior

Comentários