Cinco anos depois: A ESTRATÉGIA ANTI-EUA E AS TÁCTICAS DA RESISTÊNCIA IRAQUIANA – x Nicola Nasser


Pela primeira vez desde que os EUA iniciaram a invasão do Iraque, em Abril de 2003, ressurge o vice de Saddam Hussein, Izzat Ibrahim Addouri — apesar do prémio americano de US$10 milhões oferecido pela sua cabeça.

Numa extensa entrevista a Abdel-Azim Manaf, editor-chefe do jornal egípcio Al-Mawqif Al-Arabi, que não faz parte dos principais, Izzat Ibrahim Addouri apresentou em 26 de Maio a estratégia e as tácticas da resistência iraquiana liderada pelo antigo partido dirigente, o Al-Baath.

O reaparecimento de Addouri à superfície e a estratégia de resistência que ele esboçou representam um desafio directo ao poder ocupante americano.

Manaf declarou à Associated Press (AP) que entrevistou Addouri "no campo de batalha". O "diálogo" foi conduzido "com um comandante num lugar perigoso e entre os seus soldados", na "zona de guerra" e "no campo de combate enquanto as armas estavam a falar", disse Manaf na sua introdução. Addouri falou na sua condição de "Comandante Supremo da Jihad e da Frente de Libertação, de Secretário-Geral Pan-Árabe do Partido Socialista Árabe Al-Baath e de Secretário da Região Iraque", acrescentou o editor egípcio.

Cf. versão integral em: Resistir

Comentários