Crise alimentar: FAO, paliativos e indolência: delega-se soluções a grandes atravessadores transnacionais e pronto– x La Jornada (Editorial)

A Cimeira da FAO realizada em Roma no princípio do mês, em vez de aprovar medidas que resolvessem este importante problema mundial que já atinge franjas crescentes da população dos países desenvolvidos, limitou-se a reafirmar o demissionismo dos governos das suas obrigações e à continuação da entrega do problema da alimentação às grandes transnacionais de comercialização dos produtos agrícolas…

Cf. versão integral em: ODiário.info

Comentários