Fed esgota ciclo de queda dos juros

O banco central dos Estados Unidos decidiu ontem manter inalterada a taxa básica de juros da maior economia do mundo em 2% ao ano, sinalizando que se esgotou o uso do corte de juros como instrumento para acelerar a economia.

Por 9-1, o Comitê do Mercado Aberto do Federal Reserve Board (Fed) manteve a taxa. O único voto contra foi a favor de um aumento.

Em nota, o Fed declarou que, embora a economia ainda apresente sinais de fraqueza, eles vão diminuindo, enquanto aumenta a expectativa inflacionária.

É um equilíbrio difícil entre a necessidade de revigorar uma economia estagnada e as crises internacionais dos alimentos e do petróleo, caracterizadas pelo crescimento de preços. Os EUA estão sob risco de estagflação, estagnação econômica e inflação.

Em conseqüência da manutenção da taxa básica de juros americana em 2% e da expectativa de alta na taxa básica do Banco Central da Europa, que está em 4% ao ano, o dólar caiu diante do euro e do iene japonês.

Cf.: Vida Global

Comentários