Imperialismo. A nova geopolítica da energia – x Michael T Klare

Neste texto, Michael T Klare, analisa os perigos de novas guerras e debruça-se sobre a perigosa e agressiva, mas pouco noticiada, corrida armamentista já em curso. Tudo isto, “num momento em que as reservas mundiais de petróleo, gás natural, urânio e minerais industriais chave, como o cobre e o cobalto, começam a diminuir e a demanda desses mesmos recursos está a crescer, as maiores potências mundiais desesperam por conseguir o controle sobre o que fica das reservas por explorar”.

Cf. versão integral em: ODiário.info

Comentários