Polícia Federal ajudou assassino de Chico Mendes, diz juiz do caso

Dezoito anos depois do julgamento que marcou a vida do magistrado Adair José Longuini, hoje com 55 anos, ele revela em entrevista a Terra Magazine que a Polícia Federal avisou o assassino do líder seringueiro Chico Mendes, Darly Alves da Silva, para que fugisse e evitasse sua prisão: "Fiz denúncia ao então diretor da PF, Romeu Tuma, para quem enviei um extenso telegrama". Ele comenta ainda a falta de provas sobre um complô para matar Chico. Leia mais em Terra Magazine

dica do Na Periferia do Império

Comentários