Site de downloads quer contra-atacar lei sueca

O site assumidamente pirata The Pirate Bay, que cataloga arquivos da tecnologia de transferência de arquivos P2P BitTorrent, vai colocar mais uma pedra no caminho da indústria e dos legisladores.

leia também:

» Site pirata está criando substituto para o torrent

As tecnologias P2P e, especialmente, a BitTorrent, são criticadas amplamente pela facilidade com que levam internautas a infringir direitos autorais.

Segundo o site The Register, os audaciosos administradores do site planejam contra-atacar uma recente lei aprovada na Suécia, que monitorará as comunicações telefônicas e virtuais para impedir ameaças terroristas. No contra-ataque, o Pirate Bay usará serviços de criptografia.

Peter "Brokep" Sunde, um dos principais administradores do site, respondeu em seu blog às perguntas daqueles que queriam saber o que o Pirate Bay planejava fazer a respeito do assunto. Brokep diz que planeja fazer muito para brigar contra a nova lei.

"Esta semana acrescentaremos SSL ao The Pirate Bay. Ajudaremos criando um site sobre criptografia fácil - tanto para seus discos rígidos quanto tráfego de internet", prometeu.

O polêmico admin também sugeriu um boicote à Suécia, como tentativa de coibir a nova lei. A idéia é que provedores de todo mundo bloqueiem conexões de provedores suecos, o que seria necessário, inclusive, para proteger a privacidade de seus próprios clientes.

O Pirate Party, partido político organizado pelos "piratas da Suécia", que abertamente apóia o Pirate Bay, afirmou que levará a Suécia para o Tribunal Europeu de Direitos Humanos, acusando a nova lei de ferir a convenção européia de proteção de direitos humanos e liberdade fundamental.

Cf. aqui

Comentários