FHC, nessa semana: "Aí que saudades do governo militar"

...

A morte de Ruth Cardoso mostra a falta que faz a focinheira no lacerdismo de meia pataca propagado aos quatro ventos pelo ventilador midiático, e, de quebra, a importância da mulher na vida dos egocêntricos, insensatos e psicóticos em geral.

FHC, um dos articuladores do lacerdismo golpista de hoje, menos de dois meses após o ditabranda do Lixão da Limeira, afirma sentir-se mais à vontade tendo como interlocutores os gorilas da ditadura militar, e afirmou:

"Aí que saudades do governo militar, quando eu podia falar".

Embora ele privilegie aquele tipo de interlocutores, o que a Maria Antonieta de Higienópolis ignora é que, se à época da Ditadura, ele apenas defendesse, não mais que isso, a privataria nos moldes da praticada pelo reinado tucano, seria encarcerado e condenado com base na lei de Segurança Nacional.

É bom ele lembrar que, mesmo tendo a LSN sido mais usada para caçar, prender, calar, torturar, censurar opositores à esquerda, também serviu para enquadrar nada mais que o próprio Lacerda.

...

Comentários