Via nua: um tiro, dois mortos e a verdade do sionismo à solta nas ruas


"Um tiro, dois mortos", como legenda a um desenho com grávida palestina sob mira de fuzil. É uma das camisetas dentre as várias do gênero em moda entre os soldados israelenses.

Moda sim. Desde Herodes, para usar o mesmo recorte histórico proposto pelo sionismo quando formula suas pretensões territoriais.

A leitura de Agambem nos ajudaria a entender melhor isso tudo.

Comentários