Pinheirinho: imagens e textos sobre a violência do Executivo e Judicário do Tucanistão

...

Esse post reúne imagens e textos críticos à ação da PM ontem, mais um episódio da militarização da política no Tucanistão [esse outro post trata da pergunta: intolerantes quem, Cara Pálida?, sobre   o silêncio ou indignações à violência de quem reage à bota que o pisoteia]

I

Não confunda a resistência do oprimido com a agressão do opressor!

 




E teu primeiro erro FOI assumir que ler/assistir mídia é acessar informações, porque desde então a lavagem cerebral foi feita em você em nome da "neutralidade e liberdade da imprensa".

Ademais, duvido que teu caso de fasci(ni)smo lobotomizado seja assim tão "passivo" desde então quanto se diz por aí...


1. esse é o Modelo Ideal de Políticas Sociais para a Mídia em geral e para Políticos do Tucanistão



2 e assim funciona a PM do Tucanistão e a política de moradias da Opus Dei






3. num pacto raramente tão explicitado entre justiça, mídia e violência antissocial







4. e a tal mídia chama isso de confronto, defendendo ação da polícia, o bordão "cracolândia no local" é o "armas de destruição em massa" dos porta-vozes do Tucanistão








5. Que mídia em geral chama de "confronto", como se fosse um embate entre iguais






6. Podem ganhar a batalha, jamais a guerra: Pinheirinho resiste




II


A seguir, alguma indicações de bom textos escritos sobre o assunto:


1
Programa “Pau nos Pobres” comemora resultados do domingo (22/1/12)


Programa “Pau nos Pobres” do desgovernador Alckmin evolui com sucesso 


2.  
Violência mostra esgotamento do modelo policial



3.
Em Defesa do Pinheirinho


4.
Jornalista Leonardo Sakamoto fala sobre o massacre da Gestapo do PSDB no Pinheirinho


Até quando vai prevalecer a lógica do dinheiro grosso contra o povo miúdo?


5. 
Alckmin e prefeito de São José não cumpriram acordo, diz Suplicy


6. Em tempo real, no twitter, cique aqui na hashtag #pinheirinho


[atualizações]:


7. (às 10:29h)
 Violência em Pinheirinho: Tiros e bombas como política habitacional

8. (às 11:18h)
O Real no centro de São Paulo – atravessar o fantasma e se identificar com o sintoma

9.  (às 11:37h)

10. (às 11:40h... já o MST)

11. (12:13h) 


III

Após mais de 150 anos de acirramento das contradições e polarizações sociais, o fazer vistas grossas ao que espeta, privatiza, precariza os laços sociais é o quê? Imaturidade? Analfabetismo político? esse é  o tema do próximo post, Pinheirinho e o consumo de informações: as leis e a defesa de um ponto de vista

...

Comentários