retrocessos pré-modernos e o triunfante avanço do neomedievo político



Espanha impõe criminalizações de rebeldias com horizonte punitivo pré-1789, e criticar terrorismo em redes sociais será punido como ato terrorista, e é proibido publicar video de polícia sendo polícia e espancando humanos e fazer manifestações sem autorização dessa mesma polícia pode te levar pra cadeia por um ano...

 No caso brazuca, a datenização fundamentalista de tudo ou se refastela no pentecostalismo ressentido e vingativo pré-Novo Testamento ou se configura como fundamentalismo monetizante de acesso ao bem e serviço e sem qualquer direito trabalhista garantido.

E assim, cá entre nós, a bancada dos 3 Bs, bíblia-bala-boi, vitaminada pelas alianças visando a governabilidades durante o intervalo lulista de resultados, começa seu triunfante reinado nos impondo seguidas curras com seus amargos tacapes pré-1200s [pré-Giotto, pré-Dante, pré-humanismo, pré-moderno].

Aqui, como em toda parte, tal retrocesso ao medievo sempre se vale das regras conquistadas pelos mesmos que os derrotaram em longas lutas nesse intervalo de mais de 800, cristalizadas nisso que os frankfurtianos de direita exigem que subscrevamos, o Estado de Direito Realmente Existente.

Comentários