buraco sem fundo?



sim, minha gente: 
tudo isso, em rede nacional*, 
em intervalo de pouco dias.

E então o interesse pelo ânus 
pauta indignações à direita e à esquerda.
Cabeças caem. 
Já a fuga dos ratos 
da canoa furada do Sinistério Temer,
a destruição do STF e 
fim da Justiça como um todo, 
a terceirização e destruição da CLT e
a doação do petróleo e 
deixar estrangeiros levarem 
terras e florestas e universidades e midia 
e o que mais se puder doar
ao estrangeiro, seguindo-se a 
destruição de tudo, 
policialização da Era da Vigilância, 
Palestinização da Questão Social...
de boas: vamos resistir defendendo ...turbantes! 

ahhhh, como é doce o otimismo 
dos que temem o poço não ter fundo...
quem disse que ele tem lados?


Pós-escrito: aliás, mudando de assunto, ao mesmo tempo ficando nele, a coisa esculhambou a tal ponto no bananal, que algo que nunca vi esse ano veio com tudo e repetiu-se à larga: acidente AO VIVO e com muitas vítimas na Sapucaí, não um ou dois, mas até agora quatro, incluindo esmagamento de pessoas e fraturas expostas, um deles, aqui, atropelamento de 20 pessoas na pista, incluindo quatro jornalistas.
Algo me diz que chegou-se a alguma espécie de limite. 
Em pouco tempo, meses?, saberemos qual. 
Por quanto tempo os cara-de-cu mundo afora [a bola da vez, aqui e aqui e sobretudo aqui] seguirão pautando com o que devemos nos indignar?




*Referências: 
aqui oJucá, e aqui contextaliza o video do brioco.




Comentários